quarta-feira, 11 de maio de 2011

Adianta?

    Parece não adiantar.
                 A palavra "esquecer" parece não servir. O problema é que quando eu esqueço, você começa a sentir o que já foi esquecido por mim. Voz ativa e passiva, sim.
                 Por quê?
                      Por que pareço te amar?
                            Por que você parece dar a mínima?
                O que resta é tentar te tirar da cabeça, mas quanto tempo será preciso? Perder a sua lembrança, me valorizar, ser livre para amar. Quem dera fosse tão fácil voltar ao zero... ter uma oportunidade sem interferências... Quem dera fosse fácil te deixar ir dos meus pensamentos, quando você tem a chave para a fechadura que os liberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário