sábado, 30 de julho de 2011

Ele: Pode parar. Você já feriu meu coração. Sua feridora de corações.
Ela: Você feriu o meu mais ainda. Não te deixo mais me cativar.
Ele: O que foi que eu fiz? A única coisa da qual sou culpado é de te amar.
Ela: Não vale. Só por você saber escrever.
Ele: Eu escrevo pouco e mal. Só para enfatizar.
Ela: Só para ironizar.* Eu curo a ferida do seu coração amanhã. Falar em coração, sabe uma coisa que gosto de fazer?
Ele: O quê?
Ela: Ouvir o coração dos outros. (No sentido literal)
Ele: Sua ouvidora de corações psicótica.
Ela: :(
Ele: Pegue um aqui. Tá batendo, viu?!
Ela: Tá muito longe.
Ele: "Minha única culpa é de amar-te mais que qualquer coisa, e sua única culpa é me ter feito me apaixonar tão perdidamente por você"

Nenhum comentário:

Postar um comentário