domingo, 8 de janeiro de 2012

Areia

Afinal, quanto estaremos juntos? 
Quão próximos estaremos? E quão perdidos estaremos um no outro?
Quanto estaremos a desejar?
Quanto estaremos a perder pensando em depois? Em distância? Em possibilidades? Em erros?

Nenhum comentário:

Postar um comentário