quinta-feira, 29 de março de 2012

Haverá um dia em que eu não voltarei. Não sei quando, não se como, mas sei que haverá um dia em que será a mim, só e a ti, só. Um a lembrar o outro.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Hoje é terça, quarta, terça pra quarta, 24 horas do mesmo horário ontem? Voltar 16 minutos adianta, em se tratando de um dia antes de hoje? Ou vai ficar por aqui mesmo? Bom, acho que por aqui tá bom, em várias horas, me resolvo comigo mesma, me resolvo contigo. 

segunda-feira, 5 de março de 2012

Pormenores.

Com o conhecimento, supomos dificuldades, dificuldades que nem sempre os olhos nos deixam perceber, que nem sempre os sorrisos escondem, e que nem sempre as lágrimas resolvem, e com as dificuldades, bom, vemos parte do nosso dia a dia refletido na vida alheia, assim, ela passa a ser um pouco semelhante à nossa realidade.
Por aqui, tudo é rápido. Em um minuto, há sorrisos, há pesar, há raiva, há amor, há compaixão, há inveja... É complicado. Porque tudo passa rápido, assim como o tempo... E tudo concentra uma parte de todos, do mundo, da vida. Concentra uma parte da rotina de cada um. 
Fácil colocar esta venda quando você age e tirar quando você sofre.
Às vezes, as ambiguidades saem sem querer.

domingo, 4 de março de 2012

Noites em claro por uma agulha.

E você é, em mim, como uma tatuagem prestes a ser feita. Uma tatuagem que ninguém quer no meu corpo, exceto eu mesma.