domingo, 30 de setembro de 2012

Dois travesseiros

Eu te peço que fique, só hoje, só esta noite.
Eu não só quero, eu preciso que você esteja aqui, comigo, apenas hoje.
E por que isso tudo? Pra quê? Eu já sabia que você sempre teria que ir embora. Sempre teria que ir mais cedo. Sem despedidas. Que você sempre iria e eu ficaria aqui, só.

E eu te peço que, só hoje, fique. E que fique mesmo, porque eu quero acordar ao seu lado. E eu quero te ter por inteiro. Com olhares inteiros e mais que sinceros, com beijos inteiros e nem um pouco discretos, então, fique. Apenas hoje, por um tempo mais. Porque as taças - as nossas taças - já estão na mesa e as nossas xícaras já estão no escorredor.

Fique, apenas hoje, fique, por favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário