quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Da miserabilidade

Assustou-me o tamanho da sua tristeza, o tamanho miserável do que é permanentemente bom.
Assustou-me sentir todo esse peso que você carrega nas costas.
Assustou-me, principalmente, saber o quanto carrega.