sábado, 5 de setembro de 2015

eu sinto tudo, aquilo tudo...
mas continuo sem saber
continuo sem ser
continuo sem dizer
aquilo tudo
que sinto
por tudo aquilo que sou
porque simplesmente não és

não és opção, não és direção
simplesmente não és
não és direção, não és opção
não és ninho
não és morada pro meu amor