segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

It makes me wonder

Você sempre me invade como um zepelim. 
Passa sorrateiramente, mas como um furacão em mim.

Por vezes, nossos pensamentos se cruzam nessa imensidão, a qual compartilhamos de diferentes lugares, mas sempre buscando vida, buscando respostas em nós mesmos, buscando não estarmos tão sós quanto estamos tantas vezes. Às vezes, buscando nada. Cheios de paz. Só contemplar, só ouvir, só estar.

E tantas vezes, de vez em quando, quero tanto só estar contigo.
Marte por nós dois!
Só estar, em paz.
Estar contigo, em ti, por ti; por mim.
Você em mim.
E nada mais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário